Como sobreviver no meio Empresarial

Você se lembra daquela história do copo meio cheio ou copo meio vazio?

Dependendo do ângulo de como você enxerga, isso pode ser positivo ou negativo. Depende da forma como você interpreta. Na verdade a diferença está nos seus olhos e não na quantidade de água.
 
Dentro do mesmo raciocínio estava pensando, será que fogo é bom ou será que fogo é ruim? Depende. Porque se o fogo estiver embaixo de uma panela, preparando uma comida, então será excelente, entretanto se o fogo estiver no telhado da sua casa, isso será péssimo. Ou seja, o mal não está na coisa em si, e sim na forma como você enxerga, ou na forma como você usa as coisas que estão a sua disposição.

Pensando nisso, comparativamente no mundo empresarial, nós encontramos um ambiente extremamente competitivo. Existe sim um grau bastante claro de instabilidade no mundo corporativo. Existem metas e desafios que exigem de você competência.

Diante deste ambiente instável e até mesmo de ameaças, alguns se abatem, se deprimem preferindo abandonar os desafios. Outros porém pegam o mesmo ambiente e se dedicam mais, se preparam mais, estudam mais, se esforçam mais.

Veja bem, dentre aqueles que desistem estão pessoas sérias, trabalhadoras e esforçadas, mas eles não entenderam como se sobrevive no mundo empresarial.

Deixa eu colocar uma coisa muito clara, o meio empresarial é, com certeza, também um ambiente político. Isso no sentido legítimo da palavra, ou seja, no sentido de relacionamentos, de auxílio mútuo, de diálogo, de você ser útil para as pessoas. Porque sozinho pouco ou nada grandioso pode ser alcançado.

Procure conhecer quais são as metas do seu chefe? Quais são as metas da sua empresa? Trabalhe também para que o seu chefe e a sua empresa cumpram as suas metas. Dessa forma você não apenas está trabalhando para você, como também você vai estar se tornando elemento-chave, precioso, valioso para toda estrutura.

Aprenda a fazer mais do que o mínimo de sua obrigação, pois isso é o que a maioria faz. Caso tenha esse mesmo comportamento, você será apenas mais um, igual a tantos outros. Ou seja, você não terá valor que o destaque. Você faz de si mesmo alguém descartável, facilmente substituível.

O seu chefe precisa saber que pode contar com você, e você também, com certeza, vai saber que pode contar com ele. Essa é a genuína visão corporativa como ambiente político. Você precisa saber criar esses relacionamentos de dependência interpessoal. Assim como você depende dos outros é importante também que os outros também saibam que dependem de você. Nesse contexto todos acabarão crescendo.

Abra mais o horizonte de sua visão e perceba mais o ambiente da sua empresa e faça mais do que o mínimo obrigatório. Todo esse ambiente de competitividade vai acabar por estimula-lo a ser alguém cada vez melhor.
Top